5 de mai de 2014

COMO GOSTAR DE ESTAR SOZINHO

Hoje é dia de São Valentim, ou melhor dia dos namorados em vários lugares do mundo, inclusive aqui nos Estados Unidos e achei que esse post era apropriado para a data. Antes de mais nada gostaria de esclarecer que não defendo a solidão total como a melhor maneira de se viver, pois o ser humano é gregário e poucas coisas na vida são tão agradáveis e construtivas quanto o convívio saudável com outras pessoas. No entanto, esse convívio deve ser espontâneo e prazeroso, senão não tem razão de ser. Lembram-se da velha máxima de que “antes só do que mal-acompanhado”? Como todo velho provérbio, ele é sábio e direto. Muitas vezes, estar sozinho pode ser mesmo a melhor opção. A solidão nos proporciona o encontro com nós mesmos, nos induz à reflexão e ajuda a iluminar o nosso caminho rumo ao autoconhecimento. E algumas experiências que a vida nos proporciona só acontecem quando você está sozinho, que ao contrario do que muitos pensam, as vezes nos deixa mais abertos.
Dois anos atrás viajei para Barcelona e todos ficaram surpresos quando eu disse que eu iria sozinha. Mas confesso que essa viagem foi inesquecível e mudou toda a minha concepção de estar sozinha. Durante o dia passeava pelos cantos turísticos, visitava os museus, almoçava comigo mesma e observava as pessoas. Fiz fiz tudo que queria, e mesmo só, tive a oportunidade de conhecer pessoas interessantíssimas. Por exemplo, uma tarde sentei num banco em frente a um café para comer um suspiro e uma francesa sentou do meu lado olhando um mapa. Vi que ela estava confusa e resolvi ajudá-la e logo iniciamos uma conversa de uma hora, que depois virou um encontro a noite (fomos a um club) e hoje ela é uma amiga que sempre trocamos emails e acho que próximo ano vou visitá-la na frança.

CERTAS OPORTUNIDADES SÓ ACONTECEM COM A GENTE
PORQUE ESTÁVAMOS SOZINHOS.

Eu tenho uma amiga que conheço desde a oitava série e até hoje eu nunca a vi sozinha. Sempre teve namorados, um atrás do outro. Um dia desses quando conversamos, ela comentou que não gostava de estar sozinha, que sentia uma cobrança das pessoas. É claro que um namoro prolongado, ou mesmo um casamento podem ser extremamente gratificantes. Mas o ato de se casar ou de ter um parceiro ao lado deve partir, sobretudo, de um anseio íntimo e genuíno e jamais de uma cobrança social coletiva.
Quantas mulheres preferem cancelar sua presença em eventos sociais a ter de comparecer desacompanhadas, com medo de serem mal-vistas? Quantos homens se obrigam a se casar apenas para mostrar masculinidade à sociedade, para provar que não é um solteirão? Quantas pessoas se empenham na busca desesperada pelo relacionamento a qualquer custo, unicamente por temerem ficar “sozinhas” e “encalhadas”? É perigoso viver à mercê do que a sociedade espera de nós. Sobretudo, é perigoso não saber estar sozinho. Infelizmente para muitas pessoas estar só é uma falta de opção. Mas se não soubermos ser felizes quando estamos sozinhos, será que realmente o seremos com outro alguém?
Tem um video–poesia How to be alone, da Tany Davis onde ela dá uma série de razões para ficar sozinho. É um video lindo, porem em inglês. Adorei tanto a mensagem que fiz uma pequena tradução do poema pra vocês.


Como ser sozinho (Tany Davis)
Se você está sozinho, em primeiro lugar, seja paciente.
Se você não tem ficado muito sozinho, ou quando você estava, você não se sentiu bem com isso, então é só aguardar. Logo você irá descobrir que é bom estar sozinho quando começar a aceitar.
Que tal começar com os lugares aceitáveis: o banheiro, a cafeteria, a biblioteca. Onde você pode parar e ler o jornal, ou pode tomar sua dose diária de cafeína, sentar-se e permanecer lá. Ou onde você pode ver e cheirar uma pilha de livros, você não deve falar muito de qualquer maneira, por isso é seguro por lá. Existe também a academia, e se você for tímido, você pode ter um encontro com você mesmo e os espelhos, você pode colocar fones de ouvido. E há o transporte público, porque todos temos que ir a lugares. E há oração e meditação, ninguém vai querer interromper enquanto você está buscando paz e salvação.
Comece simples. Coisas que você pode ter evitado previamente com base em seus princípios de evitar ser sozinho.
Tem o horário do almoço, onde você vai estar rodeado de pessoas. Outros trabalhadores que têm apenas uma hora e trabalham do outro lado da cidade, e eles, como você, vão estar sozinhos. Resista à tentação de sair com o seu telefone celular.
Quando você estiver confortável com o “almoçar e correr”, convide você mesmo para um jantar, um restaurante, com menu e talheres. Você é uma pessoa intrigante quando você está comendo sobremesa sozinho e limpa o crème do prato com o dedo. De fato, algumas pessoas em outras mesas lotadas queriam está onde você está.
Vá ao cinema, que é escuro e relaxante. E sozinho em sua cadeira você está no meio de uma comunidade fugaz. E, em seguida, se auto convide para dançar, para um clube onde ninguém te conhece. Fique do lado de fora da pista até que as luzes convencê-lo mais e mais e a música mostra-lhe a melhor hora. Dance como se ninguém estivesse olhando, porque eles provavelmente não estão. E se estivere,m assuma que é com as melhores das intenções. Deixe o corpo se mover com as batidas, pois tudo é lindo e comovente. Dance até que você esteja suando. E gotas de suor lembrá-lo das melhores coisas da vida, abaixo de suas costas, como um livro de bênçãos.
Vá para a floresta sozinho, e as árvores e os esquilos vão guardar você. Vá para uma cidade desconhecida, percorra as ruas, sempre há estátuas para conversar e bancos feitas de pedra para sentar-se ao lado de estranhos, e esses momentos podem ser tão importante e quem sabe uma conversa começar. Talvez nada aconteceria se você não estivesse por lá sozinho.
A sociedade está com medo da solidão. Com corações solitários se desperdiçando nos porões. Com pessoas que tem problemas se depois de algum tempo ninguém está namorando com eles. Mas solidão é liberdade que respira fácil e leve. A solidão muitas vezes é a cura se você se permitir isso. Você pode estar envolta por grupos e multidões ou de mãos com seu parceiro, mas muitas vezes você está só vivendo essa incansável busca por companhia. Mas ninguém está na sua cabeça. E pelo tempo que você traduzir seus pensamentos a essência deles talvez tenha se perdido. Porque se você está feliz por dentro, a solidão é abençoada, e você fica bem .Tudo bem se ninguém acreditar como você, que todas as experiências são únicas, ninguém tem as mesmas idéias mesmo, não conseguem pensar como você. Tente manter as coisas interessante, deixe as coisas mágicas da vida ao seu alcance,
Se você tem uma arte que necessita de uma prática, deixe de negligenciá-la. Se sua família não o entende, ou se a sua religião não é para você, não fique obcecado com isso.
Se o seu coração está sangrando, faça o melhor dele. Há calor e frio em todo canto, seja uma prova disso.
Happy Valentine’s day!!  Divida o amor e compartilhe o post <3 strong="">

Retirado do Blog Ambiente Vistoriado

Nenhum comentário:

Postar um comentário