16 de ago de 2014

MOTIVOS PARA NÃO DIZER “EU TE AMO” TODOS OS DIAS



Não preciso dizer “eu te amo”. Eu meio que já faço isso quando o meu 
primeiro ato ao acordar é te mandar mensagem.
Se eu acordei pensando em 
você, só pode ser amor. Digo “eu te amo” com outras palavras quando 
passo para te buscar no trabalho de surpresa, sugerindo ir ao seu 
restaurante favorito ou simplesmente te acompanhando até sua casa. Não 
digo “eu te amo”, mas digo o que você pode fazer numa situação chata em 
seu trabalho ou com a sua família
, já que você não consegue pensar 
direito no melhor caminho a seguir. Ao invés de falar “eu te amo”, passo
na sua casa todo dia à noite para falarmos exatamente o que já falamos 
no decorrer do dia, da semana, do mês ou do ano, pois sei que amar é 
redundância e estar apaixonado é pleonasmo
. Substituo um “eu te amo” com
beijos antes de abrir os olhos, dormir de conchinha, carinho na cabeça e
pernas sobre pernas. Falo “eu te amo” quando sugiro uma viagem em cima 
da hora
, ajuda para fazer compras e opiniões sobre roupas que você deve 
comprar ou não. Prefiro rir junto com você de uma piada boba e forçada 
feita após um longo silêncio do que um simples “eu te amo”. Ofereço 
ficar na cama contigo por mais duas horas, mesmo com fome, só pelo 
prazer de estar em sua companhia, no lugar de um “eu te amo”. Gosto mais
de te ajudar quando você não sabe qual remédio tomar para a garganta ou
quando precisa de companhia para o médico do que falar um “eu te amo” 
solto, sem graça.
Em um “eu te amo” o amor cabe uma única vez. Mas o amor cabe inúmeras
vezes em atos de afeto. Troco um milhão de “eu te amo” por atitudes, 
porque eu amo você.


Preciso dizer de onde tire? Um Sentimento por Dia!!

10 de ago de 2014

Recomeçando..... 3, 2, 1!


Não gosto de começar do zero. Tem todo aquele trabalho de pensar no que deu errado, fazer revisão do passado pra descobrir onde está o erro, e repensar no erro me deixa triste. Ficar triste não é coisa de quem começa do zero, é de quem recomeça do meio. Aí eu perco a conta, porque nunca fui bom em matemática e acho que tô no início, quando na verdade eu só estou remoendo um monte de coisas complicadas pra tentar ser diferente. Tentar ser diferente também não é começar do zero, porque você precisa no mínimo de milhares de referências pra poder ser considerado diferente. Quando se trata de sentimento, nem se fala! Não dá pra amar novamente algo que já não se gosta mais, mesmo tendo como referência que é preciso aprender a perdoar. Perdoar até é começar do zero, mas é começar do zero pensando no que o outro fez de errado, e aí quem tem que começar do zero é o outro. Complicado.
Por hora, vou deixar o zero de lado. Do lado esquerdo. Um zero à esquerda já é algum começo.

Retirado do Blog Um Sentimento por Dia

28 de jul de 2014


ERA PRA GENTE...


Era pra gente ser feliz.
Era pra gente estar agora na mesma cama, deitados, assistindo a uma série que um gosta mais do que o outro, só pela companhia.
Era pra gente estar agora empurrando um carrinho de supermercado, fazendo as compras do mês, discutindo porque um quer levar duas caixas de Bis e o outro argumentando que ainda tem algumas na despensa.
Era pra gente estar agora no site do Cinemark escolhendo qual filme vamos ver no shopping, na dúvida entre um besteirol e um suspense, escolhendo a melhor poltrona, sendo que um prefere bem no fundo e o outro prefere mais perto da tela.
Era pra gente estar agora rindo um do outro, porque um falou uma palavra errada, porque o outro está com o cabelo bagunçado, porque vemos graça onde não existe.
Era pra gente estar agora no mesmo lugar, decidindo o futuro juntos, vivendo o mesmo tempo e dividindo o mesmo espaço, mas estamos separados, cada um no seu canto, cada um por si, cada um sendo um só.
Era pra gente ser feliz, juntos.
Copiado do Blog Um Sentimento por Dia

15 de jul de 2014

E eu....




E eu, acostumada com o mundo das palavras e certezas, me pego flutuando noutro que nem diz nem cala. 
E eu, sempre tão decidida sobre o que eu não quero, me pego tentando convencer a mim mesma que posso querer isso também. 
E eu, que sempre peço calma, me pego aprendendo a lidar com o passar do tempo: lento, leve, solto. 
E eu, você sabe, amante do amor, do toque diário, da mutualidade, me vejo traíra, seca, só. 
E eu, que sempre leio a todos, entendo a todos, quero a todos, me percebo analfabeta, extraterrestre, querendo um único desenho desse mundo ilustrado. 
E eu, seguidora do coração, me pego tentando andar pelo caminho que teus olhos, todos eles, me levam. 

E eu, sempre tão eu, me pego querendo ser mais você, que não sabe nem quem eu sou.


Copiado do blog Tempo de Pipa

5 de jul de 2014

EU PREFIRO SER CEGA!



I'd Rather Go Blind - Etta James



Something told me it was over
when I saw you and her talking
Something deep down in my soul said
"Cry Girl"
When I saw you and that girl
Walking out

I would rather
I would rather
Go blind, boy
Than to see you walk away
From me chile

Ooooo, So you see I love you so much
That I don't want to watch you leave me, baby
Most of all I just don't
I just don't want
To be free, no

I was just
I was just
I was just
Sitting here thinking
Of your kisses

And your warm embrace, yeah
When the reflection
In the glass that I held
To my lips now, baby
Revealed the tears
That was on my face, yeah

And baby, baby
I would rather be blind, boy
Than to see you walk away
See you walk away from me, yeah
Baby, baby, baby
I'd rather be blind now

Tocando no fundo do meu coração neste momento! :(

ACABOU?!



Porque é tão difícil entender que acabou ? 

Nós humanos temos essa grande dificuldade, nós simplesmente não aceitamos quando algo que era bom acaba, não aceitamos saber que não possuímos mais aquele momento,a presença de alguém ,não somos bons perdedores não mesmo. 

É difícil aceitar quando se acaba um namoro,ficamos inconformados e pensando dias e mais dias, tentando saber oque fizemos de errado, e na maioria das vezes a resposta é NADA, simplesmente não fizemos nada pra que isso acontecesse, é que as vezes o sentimento acaba, o namoro esfria, ou a distancia atrapalha, e ai acaba, tudo que você construiu sonhou e viveu, tudo isso acaba, mas você não aceita e é ai que esta a parte mais difícil , pois é muito mais cômodo não aceitar que acabou, porém se torna muito mais difícil de suportar, você não consegue se desapegar da pessoa e causa tal dor e sofrimento dentro de você, que acaba criando um sentimento de raiva dentro de você pela pessoa que te deixou, e pelo simples fato de não ter aceitado que ACABOU. 


Claro, não é fácil, nada é fácil neste mundo, mas menos fácil ainda é ficar sofrendo pelo que acabou, então promova o desapego, seja forte pra aceitar que acabou, pra saber que é preciso recomeçar do zero com um outro alguém talvez, outra pessoa que mais tarde pode ser que vá te dizer que acabou também, ou será a sua vez de lhe dizer isso, talvez apenas por rancor do que o outro lhe fez, porque algumas pessoas são assim, ou talvez simplesmente porque não da mais.  E ai começa um novo ciclo na vida daquela pessoa, imensamente igual ao ciclo que VOCÊ superou, e que agora vai fazer ELA passar. Agora você entende porque é tão melhor aceitar que acabou do que ficar se lamentando por ter perdido o melhor da sua vida, agindo assim você acaba sofrendo mais e perdendo o tempo que você poderia estar aproveitando cuidando de você, ou estando com outra pessoa.

Tirado (e feito correção ortográfica =) do site Blog da Micaela

5 de mai de 2014

Palavras bonitas mas dura é a realidade delas...


COMO GOSTAR DE ESTAR SOZINHO

Hoje é dia de São Valentim, ou melhor dia dos namorados em vários lugares do mundo, inclusive aqui nos Estados Unidos e achei que esse post era apropriado para a data. Antes de mais nada gostaria de esclarecer que não defendo a solidão total como a melhor maneira de se viver, pois o ser humano é gregário e poucas coisas na vida são tão agradáveis e construtivas quanto o convívio saudável com outras pessoas. No entanto, esse convívio deve ser espontâneo e prazeroso, senão não tem razão de ser. Lembram-se da velha máxima de que “antes só do que mal-acompanhado”? Como todo velho provérbio, ele é sábio e direto. Muitas vezes, estar sozinho pode ser mesmo a melhor opção. A solidão nos proporciona o encontro com nós mesmos, nos induz à reflexão e ajuda a iluminar o nosso caminho rumo ao autoconhecimento. E algumas experiências que a vida nos proporciona só acontecem quando você está sozinho, que ao contrario do que muitos pensam, as vezes nos deixa mais abertos.
Dois anos atrás viajei para Barcelona e todos ficaram surpresos quando eu disse que eu iria sozinha. Mas confesso que essa viagem foi inesquecível e mudou toda a minha concepção de estar sozinha. Durante o dia passeava pelos cantos turísticos, visitava os museus, almoçava comigo mesma e observava as pessoas. Fiz fiz tudo que queria, e mesmo só, tive a oportunidade de conhecer pessoas interessantíssimas. Por exemplo, uma tarde sentei num banco em frente a um café para comer um suspiro e uma francesa sentou do meu lado olhando um mapa. Vi que ela estava confusa e resolvi ajudá-la e logo iniciamos uma conversa de uma hora, que depois virou um encontro a noite (fomos a um club) e hoje ela é uma amiga que sempre trocamos emails e acho que próximo ano vou visitá-la na frança.

CERTAS OPORTUNIDADES SÓ ACONTECEM COM A GENTE
PORQUE ESTÁVAMOS SOZINHOS.

Eu tenho uma amiga que conheço desde a oitava série e até hoje eu nunca a vi sozinha. Sempre teve namorados, um atrás do outro. Um dia desses quando conversamos, ela comentou que não gostava de estar sozinha, que sentia uma cobrança das pessoas. É claro que um namoro prolongado, ou mesmo um casamento podem ser extremamente gratificantes. Mas o ato de se casar ou de ter um parceiro ao lado deve partir, sobretudo, de um anseio íntimo e genuíno e jamais de uma cobrança social coletiva.
Quantas mulheres preferem cancelar sua presença em eventos sociais a ter de comparecer desacompanhadas, com medo de serem mal-vistas? Quantos homens se obrigam a se casar apenas para mostrar masculinidade à sociedade, para provar que não é um solteirão? Quantas pessoas se empenham na busca desesperada pelo relacionamento a qualquer custo, unicamente por temerem ficar “sozinhas” e “encalhadas”? É perigoso viver à mercê do que a sociedade espera de nós. Sobretudo, é perigoso não saber estar sozinho. Infelizmente para muitas pessoas estar só é uma falta de opção. Mas se não soubermos ser felizes quando estamos sozinhos, será que realmente o seremos com outro alguém?
Tem um video–poesia How to be alone, da Tany Davis onde ela dá uma série de razões para ficar sozinho. É um video lindo, porem em inglês. Adorei tanto a mensagem que fiz uma pequena tradução do poema pra vocês.


Como ser sozinho (Tany Davis)
Se você está sozinho, em primeiro lugar, seja paciente.
Se você não tem ficado muito sozinho, ou quando você estava, você não se sentiu bem com isso, então é só aguardar. Logo você irá descobrir que é bom estar sozinho quando começar a aceitar.
Que tal começar com os lugares aceitáveis: o banheiro, a cafeteria, a biblioteca. Onde você pode parar e ler o jornal, ou pode tomar sua dose diária de cafeína, sentar-se e permanecer lá. Ou onde você pode ver e cheirar uma pilha de livros, você não deve falar muito de qualquer maneira, por isso é seguro por lá. Existe também a academia, e se você for tímido, você pode ter um encontro com você mesmo e os espelhos, você pode colocar fones de ouvido. E há o transporte público, porque todos temos que ir a lugares. E há oração e meditação, ninguém vai querer interromper enquanto você está buscando paz e salvação.
Comece simples. Coisas que você pode ter evitado previamente com base em seus princípios de evitar ser sozinho.
Tem o horário do almoço, onde você vai estar rodeado de pessoas. Outros trabalhadores que têm apenas uma hora e trabalham do outro lado da cidade, e eles, como você, vão estar sozinhos. Resista à tentação de sair com o seu telefone celular.
Quando você estiver confortável com o “almoçar e correr”, convide você mesmo para um jantar, um restaurante, com menu e talheres. Você é uma pessoa intrigante quando você está comendo sobremesa sozinho e limpa o crème do prato com o dedo. De fato, algumas pessoas em outras mesas lotadas queriam está onde você está.
Vá ao cinema, que é escuro e relaxante. E sozinho em sua cadeira você está no meio de uma comunidade fugaz. E, em seguida, se auto convide para dançar, para um clube onde ninguém te conhece. Fique do lado de fora da pista até que as luzes convencê-lo mais e mais e a música mostra-lhe a melhor hora. Dance como se ninguém estivesse olhando, porque eles provavelmente não estão. E se estivere,m assuma que é com as melhores das intenções. Deixe o corpo se mover com as batidas, pois tudo é lindo e comovente. Dance até que você esteja suando. E gotas de suor lembrá-lo das melhores coisas da vida, abaixo de suas costas, como um livro de bênçãos.
Vá para a floresta sozinho, e as árvores e os esquilos vão guardar você. Vá para uma cidade desconhecida, percorra as ruas, sempre há estátuas para conversar e bancos feitas de pedra para sentar-se ao lado de estranhos, e esses momentos podem ser tão importante e quem sabe uma conversa começar. Talvez nada aconteceria se você não estivesse por lá sozinho.
A sociedade está com medo da solidão. Com corações solitários se desperdiçando nos porões. Com pessoas que tem problemas se depois de algum tempo ninguém está namorando com eles. Mas solidão é liberdade que respira fácil e leve. A solidão muitas vezes é a cura se você se permitir isso. Você pode estar envolta por grupos e multidões ou de mãos com seu parceiro, mas muitas vezes você está só vivendo essa incansável busca por companhia. Mas ninguém está na sua cabeça. E pelo tempo que você traduzir seus pensamentos a essência deles talvez tenha se perdido. Porque se você está feliz por dentro, a solidão é abençoada, e você fica bem .Tudo bem se ninguém acreditar como você, que todas as experiências são únicas, ninguém tem as mesmas idéias mesmo, não conseguem pensar como você. Tente manter as coisas interessante, deixe as coisas mágicas da vida ao seu alcance,
Se você tem uma arte que necessita de uma prática, deixe de negligenciá-la. Se sua família não o entende, ou se a sua religião não é para você, não fique obcecado com isso.
Se o seu coração está sangrando, faça o melhor dele. Há calor e frio em todo canto, seja uma prova disso.
Happy Valentine’s day!!  Divida o amor e compartilhe o post <3 strong="">

Retirado do Blog Ambiente Vistoriado

SE NÃO AGORA, QUANDO?



Existe uma lenda que diz que as pessoas tem uma vida melhor quando elas ficam mais velhas. Mas será verdade? Quando somos crianças reconhecemos uma mentira quando a ouvimos. Então quando ficamos mais velhos estamos constantemente em torno de mentirosos. Pessoas que mentem sobre o que as deixam felizes. Mentem sobre o que elas querem. Mentem sobre a forma como elas se sentem. Mente sobre quem elas são. Mentem sobre quem elas amam. É engraçado que quando somos crianças conseguimos ver essas pessoas e ficamos longe delas. Então, você fica mais velho e se torna uma dessas pessoas.
Você se tornou tão comprometido e corrompido que você não sabe mais quem é você. Você se torna o que o mundo diz que uma pessoa deveria ser. Você está ao redor de outras pessoas que são assim também e essas pessoas precisam de você para ser como eles são, pra que elas se sintam seguras, se sintam normais. Todo mundo é corrupto. E você está em igualdade nas condições de desonestidade. É verdade, não é?
Mas nem tudo está perdido e há um caminho através disso tudo. Há pessoas que ainda são fiéis a si mesmas. Ou talvez elas foram honestas quando criança, perderam a ingenuidade e agora estão lutando para obtê-la de volta. Para voltar ao que elas eram antes e tentar viver honestamente com elas mesmas, com os sentimentos e o mundo ao redor. E isso é uma luta constante. Pra mim também é uma luta constante. Eu estou lutando para ter tudo na minha vida que eu quero. E não ter nada que eu não quero. Para dizer sim quando realmente quero dizer sim. Para dizer não, mas sem ser da boca pra fora.
Essa é a guerra que lutamos todos os dias. O mundo quer fazer você corrupto. O mundo quer fazer você acreditar que você pode encontrar a felicidade em um trabalho que você não gosta. O mundo quer que você acredite que você precisa de alguém em sua vida para que você não se sinta solitário, mesmo que essa pessoa seja a pessoa errada. Mesmo que essa pessoa não te ame inteiramente ou não quer você ou não gosta de você. Ou não gosta das coisas que você quer fazer ou quem você é, ou coisas que fazem você ser quem voce é. Porque disseram que é melhor estar com alguém do está sozinho. Mesmo se esse alguém seja a pessoa errada. Então, passamos a vida indo de pessoa errada para pessoa errada.
Uns dias atrás um conhecido meu morreu. Ele tinha 33 anos. Eu vou fazer 33 anos esse ano. Ele era músico, era artista, era lindo, era feliz e tinha muitos planos. Há menos de um més atrás teve aquele incidente em Santa Maria. Muito triste eu sei. E todos esses acontecimentos me fazem refletir no inevitável. Um dia eu vou morrer. Você também vai. E infelizmente isso pode acontecer em qualquer momento. Hoje. Amanhã. Daqui uns anos. É como diz Paul Bowles: “Nós pensamos que tudo é tão ilimitado. Não é sem limites meu amigo. Sua vida não é infinita. Sua vida é para ser vivida. E é pra viver exatamente do jeito que você quer viver. Conseguir as coisas que você deseja. Ir atrás”.
Alguns de nós somos mais afortunados do que outros porque podemos fazer nossas próprias escolhas. Nem todo mundo tem essa sorte. Nem todo mundo tem a liberdade de fazer o que queremos. Mas você é um sortudo, voce é livre, e a sua responsabilidade para com o resto do mundo é viver da melhor maneira possível que você puder. Por isso lembre-se “se não agora, quando?”

Retirado do Blog Ambiente Vistoriado

Olha eu aqui!



Depois de longe por longos dias e meses resolvi passar por aqui para deixar alguns trechos de textos que estão tocando profundamente em mim, no momento tudo me toca de um jeito ou outro, é engraçado quando vc passa muito tempo sem fortes emoções e seu coração já não é o mesmo. Mas, buscando novamente o equilíbrio dentro de mim mesma, com ajuda de Deus e dos meus amigos. Mesmo aqueles que não sabem, me ajudam de um modo sem saber....