15 de mai de 2007

Momento Poeminha...

Circulando pelo mundo dos blos, no blog da Luiza Garay achei um poeminha lindo e que não poderia deixar de colocar por aqui.. só pra lembrar que o que há de melhor, sempre fica..

Memória

Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão
Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão.

Carlos Drummond de Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário