16 de dez de 2006

Overdose de Mário Quintana....

"Minha vida não foi um romance,
Minha vida passou por passar.
Se não amas, não finjas, que vivo
Esperando um amor para amar."

"Se as coisas são inatingíveis...ora!
Não é motivo para não quere-las...
Que tristes os caminhos, se não fora
a mágica presença das estrelas!"


"Todos estes que ai estão
Atravancando meu caminho,
Eles passarão.
Eu passarinho!"

"Eu agora- que desfecho!
Ja nem penso mais em ti,
mas sera que nunca deixo
de lembrar que te esqueci?"


"Sê bom.Mas no coração
Prudência e cautela ajunta.
Quem todo de mel se unta,
Os ursos O lamberãO."

"Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
tem de ser bem devagarinho, Amada,
que a vida é breve, e o amor mais breve ainda... "


"Não te irrites, por mais que te fizerem...
Estuda, a frio, o coração alheio.
Farás, assim, do mal que eles te querem,
Teu mais amável e sutil recreio..."

"Quantas vezes a gente,
em busca da ventura
age tal qual o avozinho infeliz,
por toda parte os óculos procura
estando eles na ponta do nariz"

Nenhum comentário:

Postar um comentário